domingo, 16 de maio de 2010

Para quem voa

O coração de quem se despede
bate pouco
e bem devagar.

Quem dera...
Estático.

Quem dera...
Parar.
.

Jonh Paul de la Mancha
.
Imagem: Valery Milovic

4 comentários:

Lua Durand disse...

e não para visse? só para quando é pra parar.
me lembrou um textinho que fiz em 2007, "nas rodas do meu coração."

enfim. =)

Elliott disse...

muito bonito

Carol disse...

Estático não... mas acho que qdo há despedida, ele pára!

Felicidade Clandestina disse...

esse peso.